Autores: L. J. Smith, Kevin Williamson, Julie Plec
Editora: Galera Record
Páginas: 176
Classificação:  4/5 estrelas

Gostaria de iniciar a resenha expressando meu desapontamento pela capa do segundo livro da série Diários de Stefan ter seguido um estilo tão diferente do primeiro, Origens. Acredito que deveria ter seguido o mesmo estilo da primeira, já que fazem parte da mesma série. Mas enfim, isso não influenciou em nada a história – que está me agradando bastante.

Em Sede de Sangue, Stefan e Damon estão buscando um rumo em suas novas vidas como vampiros. No entanto, cada um lida com isso de uma forma diferente. Stefan está louco pelo Poder que agora tem e apesar de odiar Katherine por tudo o que ela fez com ele e seu irmão, está grato por ela ter tornado isso possível.

Por outro lado, Damon está infeliz já que o amor de sua vida morreu e ser vampiro ou viver de qualquer forma não parece fazer nenhum sentido para ele. Depois de Mystic Falls ser invadida por vários caçadores de vampiros, eles decidem fugir para New Orleans e tentar uma nova vida lá. E é nessa cidade que tudo muda e que tudo está prestes a acontecer. Stefan nunca imaginaria o que o relacionamento com seu irmão se tornaria.

“Então é assim que os vampiros vivem. Eles exploram a vulnerabilidade, fazem com que os humanos confiem neles e depois, quando todas as emoções estão solidificadas, atacam. É o que farei.”

Para os fãs da série de TV, The Vampire Diaries, a série Diários de Stefan é simplesmente incrível. Descobrir o que aconteceu no passado dos personagens principais e o que os fez serem do jeito que são, é algo que todos os telespectadores da série sempre desejaram. O primeiro livro, Origens, foi excelente.  Eu realmente gostei, desde a história, a escrita capa e tudo mais. Já Sede de Sangue, não ficou muito para trás. A história continuou no mesmo ritmo, apesar de um pouco mais lenta – o que era de se esperar de um livro narrado por Stefan Salvatore.

Sede de Sangue também guarda algumas surpresas, como por exemplo, quem diria que entre Elena e Katherine Stefan teve outra paixão? Pois é, Stefan se apaixona por uma humana nesse meio termo… Um livro rápido, com poucas páginas é possível lê-lo em algumas horas. Recomendo para todos os fãs da série que irão simplesmente amá-lo.

“Queria que este momento ficasse paralisado durante uma eternidade… nada a não ser eu, Callie e seu coração pulsando. Não havia nada mais de que eu precisasse naquele momento.”

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2403 pessoas visitaram
Publicado em 02/02/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Sarah Fortes disse:

    Gostei bastante do primeiro…estou enrolando para comprar esse por causa da capa!lol
    É infelizmente Damon não é do tipo que guarda lembranças escritas…adoraria um livro apenas das aventuras dele,imagina a delícia ver tudo o que tem por trás daqueles olhos azuis profundos?!
    Ótima resenha,agora estou curiosa!

    1. Gabriela disse:

      Eu amaria um livro narrado por ele. Acredito que seria bem mais agitado e interessante do que a vida monótoma de Stefan… kkk
      Apesar de terem mudado a capa, vale a pena! A história continua muito boa Sarah!

  2. mikaela disse:

    ai, que droga! ainda nao li nem o primeiro e lamento tanto que nao tenho nem palavras. Amo os irmãos Salvatore (principalmente o D., claro) mas enfim, quero começar a ler essa parte – inicial – da série. Mas hesito depois do final de ‘Meia-noite’, acho que a cada citação do Damon eu iria chorar horrores… Saudade dele. Quero ler. ♥

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!