Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 307
Classificação: 2.5/5 estrelas

Travis Parker tem tudo que deseja. É formado, tem uma vida repleta de felicidade, melhores amigos que estão sempre com ele e um emprego que ele ama mais que tudo. Mais nada disso parece importar mais depois que ele conhece a sua nova vizinha, Gabby. Gabby está em um relacionamento, no qual ela ama o seu namorado e pretende muito em breve se casar com ele. Mas tudo isso desmorona, quando ela vê Travis pela primeira vez. E aí sua atração começa, e conforme ela o vai conhecendo vai se apaixonando perdidamente por ele…

Olhar para as estrelas é como olhar para o passado, pois algumas estrelas estão tão longe que sua luz demora milhões de anos apenas para chegar até nós.

O começo da trama foi muito interessante e prazerosa, porém não gostei da forma como os dois se envolveram. Gabby estava com tantas dúvidas, dizendo que amava tanto seu namorado e do nada decidi ficar com Travis. E então tem de fazer a decisão com qual dos dois deseja passar o resto da sua vida. Além disso, acredito que Sparks poderia ter explorado mais Stephanie, irmã de Travis. Ela foi a personagem mais divertida e madura do enredo.

Eu amo vários livros do Nicholas Sparks, e por já conhecer algumas obras dele, já fiquei meio receosa do que poderia acontecer em A Escolha. E o que eu mais tinha medo que acontecesse foi exatamente o que aconteceu. Depois de conhecer as obras de Sparks, acredito que as suas histórias já tenham ficado previsíveis. Já é difícil ele conseguir te surpreender em algum ponto do livro, porque é como se a mesma história se repetisse em todos os livros. Só mudam os nomes dos personagens e o lugar onde vivem.

No entanto, para alguém que nunca tenha lido alguma obra dele, talvez goste muito de A Escolha. Portanto, para que consiga manter seus leitores satisfeitos, acredito que Sparks deveria tentar mudar um pouco seu estilo ou tentar escrever algo diferente de duas pessoas se apaixonando em um curto período de tempo e uma tragédia acontecendo.

Na presença dele, ela sentia a possibilidade de outro tipo de vida, uma vida que ela nunca havia imaginado que poderia ser sua. Uma vida sem as limitações rígidas que os outros sempre impunham a ela.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
1468 pessoas visitaram
Publicado em 22/12/2012
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!