Autora: Caitlin Moran
Editora: Paralela
Páginas: 240
Classificação: 3/5 estrelas

No livro Como Ser Mulher, Caitlin Moran aborda, através de suas experiências, a maioria dos problemas que as mulheres têm hoje em dia. Além de mostra-los, a autora busca colocar um pouco de humor em suas histórias. A autora cresceu em uma família com mais sete irmãos com pais que não buscavam se importar muito com o que a filha passava em sua adolescência. Moran sempre buscou saber tudo da vida por si própria, através de livros, filmes, programas de televisão e por aí vai…

Seus problemas começam a partir de sua primeira menstruação – coisa que ela achou que nunca fosse acontecer com ela. E daí vieram todos os problemas que vem junto com a difícil tarefa de ser mulher: depilação, machismo, aparência, amor e etc. Os capítulos que mais gostei foram os que abordaram as questões dos filhos. Fiquei chocada com o relato de seu primeiro parto – que durou mais de três dias. Mas ainda assim, Caitlin não perdia o humor na narração. Depois de ter sua primeira filha, o seu maior medo foi a sua bebê voltar para sua barriga e ela ter de sofrer tudo aquilo novamente.

O que é feminismo? Simplesmente a crença de que as mulheres devem ser tão livres quanto os homens, por mais loucas, burras, delirantes, malvestidas, gordas, retrógadas, preguiçosas e presunçosas que sejam.

A autora também comentou sobre assuntos polêmicos como o aborto, que também foi um dos capítulos que mais apreciei. Fica fácil compreender sua decisão de fazer um aborto, porém na hora de fazer um mesmo, você ainda sente uma dor no coração por mais uma vida indo embora. Em suma, gostei do modo como a autora expressa sua opinião sobre os diversos assuntos sobre ser uma mulher. O que me agradou mais ainda foi a forma como que consegue fazer você das várias risadas durante a leitura. Caitlin definitivamente consegue fazer com que você seja ou entenda o que é ser uma feminista.

Se uma mulher grávida tem domínio sobre a vida, por que ela não pode ter domínio sobre a não vida?

No fim, ela mostra que não devemos nos importar com qualquer regra ou opinião de outras pessoas, ou com o que o mundo nos quer impor. Não podemos ser princesinhas da Disney. Devemos viver a vida com intensidade, pois, como a mesma fala, saber que a morte está próxima nos enxergar que devemos viver do melhor modo possível. Enfim, a autora me conquistou, espero ler mais livros dela e me apaixonar cada vez mais por sua escrita.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
6622 pessoas visitaram
Publicado em 12/12/2012
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Tamires disse:

    Nossa fiquei com muito vontade de ler esse livro.

  2. Samira Chasez disse:

    Oi..

    Gostei muito da sua resenha, mas infelizmente não gostei muito desse livro. Além de ter detestado essa capa.

    1. Gabriela disse:

      Eu também não gostei muito da capa, mas vale a pena dar uma chance para a história. Obrigada pelo comentário 🙂

  3. Julia disse:

    Oi fico mais no meu camarote
    Sou sua seguidora e gosto do teu site

    Tem um selinho pro teu blog lá no meu blog
    http://omundopordentrodoslivros.blogspot.com.br/2012/12/campanha-de-incentivo-leitura_13.html

    Espero que goste
    Bjs
    Julia

  4. Capa super ‘AEEEEE, DA HORA!!!’, título que me deixa: QUE LEGAL! Mas já li resenhas que me mostraram que talvez eu o odeie, mas mas mas… ainda quero lê-lo, o objetivo dele parece que é, além de falar sobre um assunto tão bacana – é divertir o leitor – ou leitoras, no caso – e eu quero sorrir mais – sqn, HAHAHAH

    Beigos!

    1. Gabrielle disse:

      Maah, ve a outra capa no goodreads, é LINDA! E acho que vale a leitura sim

  5. Emeraude disse:

    Vamos ver se rola uma leitura desse ai, já tenho tanta coisa para ler.

  6. Rafaella Batista disse:

    Parece ser legal e engraçado. Fiquei curiosa para ler!!

  7. Amanda disse:

    Parece ser bom!

  8. Taynan Matheus disse:

    Não me interesso por esse tipo de literatura… Por que não sou mulher ashusauhsahsausauh

  9. Fernanda disse:

    Olha, esse tipo de livro não entra na minha wish list, mas sua resenha me conquistou. É preciso dar chance a uma literatura diferente de vez em quando ainda mais quando fala da mulher ^.^
    Gostei

  10. Roberta disse:

    Naum sou mto fã desse tipo de historia, mas vou por na minha liste de vou ler, só pra saber como é.

  11. Emily Swan disse:

    Olá! Sua resenha foi muito boa, mas esse não é meu estilo de leitura.

  12. Camila Ferraz disse:

    Não gostei muito da história…
    desta vez eu deixo passar esse livro!

  13. Aysla disse:

    Não gosto de coisas meio “autoajuda”, mesmo quando a história é levada com humor. Mas achei interessantes os assuntos que ela aborda.

  14. Não conheço o livro mas gostei muito da capa. Ela se parece com a capa de um livro de receitas que minha avó me deu, que é dos anos 40. Gostei da resenha. Muito boa mesmo.

  15. Camila disse:

    Eu gostei da resenha e tudo mais, porém acho que esse livro não faz meu tipo…e também não gostei nem um pouco da capa (eu sei que é irrelevante) e por isso acho que não vou arriscar, pelo menos pro agora 😉

  16. Mariana disse:

    Nunca tinha ouvido falar… Quem sabe eu dê uma chance mais pra frente!

  17. VANNESSA QUEIROS disse:

    Um livro que vale a pena ler porque são experiências que podem ser vividas por qualquer mulher.

  18. Thais disse:

    Quero muito ler. Amei a capa! Bjos

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!