Renegado (Assassin’s Creed #4), de Oliver Bowden

Renegado é a mais recente novelização do jogo homônimo escrita por Oliver Bowden e levará a luta entre a Irmandade dos Assassinos e a Ordem dos Cavaleiros Templários até a Guerra de Independência dos Estados Unidos. Na Londres do século XVIII, Haytham Kenway é ensinado a lutar assim que se torna capaz de empunhar uma espada. Quando a propriedade da família é atacada — o pai assassinado e a irmã raptada —, Haytham defende seu lar da única maneira que pode: com sangue. Sem família, o menino é treinado por um misterioso tutor que o transforma num assassino mortal. Consumido pela sede de vingança, Haytham começa sua jornada em busca de retaliação.

Na Passarela (Cabeça de Vento #3), de Meg Cabot

Onde se esconder quando todos sabem seu nome? Emerson Watts está fugindo. Todas as pessoas que ela amam estão furiosas com ela por algo que ela não pode explicar. Em chegou ao fim da passarela. Mas quando ela descobre a verdade sobre o segredo de Nikki, ela sabe que só existe uma pessoa que ela pode recorrer.

Amor Contra o Tempo (Hourglass #1), de Myra McEntire

Emerson Cole sempre achou que algo estava errado com ela. Quando passou a ver pessoas deslocadas da realidade – que eram, na verdade, projeções do passado – e que, ao tentar tocá-las, elas desapareciam como fumaça, Em teve certeza. E então vieram os remédios, a depressão, o colégio interno. Agora que seu período no internato chegou ao fim e ela está de volta ao lar, Emerson vê sua sensação de paz prestes a desmoronar. Alguns fantasmas não estão mais desaparecendo com um simples toque. E com a chegada de Michael Weaver, o consultor de uma misteriosa organização que promete ajudá-la a se libertar dessa condição, um simples toque poderá condicioná-la a algo ainda mais perigoso: a paixão.

 O Acaçá de Cada Um, de Celso Sisto

Neste livro, Celso Sisto reuniu histórias que fogem um pouco desse padrão do final feliz e do “foram felizes para sempre”! A violência, a crueldade, a vingança, a desmedida, a esperteza, por mais que sejam considerados negativos e maus exemplos, fazem parte da vida também. As histórias africanas não ignoram isso, afinal, contar também é uma maneira de chamar a atenção, de denunciar, de colocar todo mundo pra pensar (e, quem sabe, debater?).

Betina Fica Sozinha, de Livia Garcia-Roza (Galerinha)

No novo livro infantil de Livia Garcia-Roza, a escritora narra as travessuras de Betina quando sua mãe sai de casa, deixando-a apenas na companhia da cadela Branquinha e de seus brinquedos. Em vez de fazer o dever de casa e não abrir a porta nem atender o telefone, a menina deixa de lado as orientações da mãe e dá asas à sua imaginação. Uma divertida narrativa com as digressões de uma criança que fica em casa sozinha.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
1375 pessoas visitaram
Publicado em 05/12/2012
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!