Autor: Ruta Sepetys
Editora: Arqueiro
Páginas: 240
Classificação: 4/5 estrelas

A Vida em Tons de Cinza passa-se em 1941, quando a URSS anexa os países bálticos (Lituânia, Letônia e Estônia), e o impacto que isso acarreta à uma garota e toda sua família. Lina estava prestes a realizar seu sonho de estudar arte porém sua liberdade é tirada e ela é jogada em campos de trabalhos forçados. Em cada campo que passa, ela encontra miséria, morte, estrupo, e humilhação. Sua única esperança vem dos nazistas mas a situação por todo o mundo também está precária, e a ajuda está longe de chegar.

Quando me achava à beira do abismo da desesperança, ele voltava para o outro lado por causa de alguma pequena bondade.

Ler essa obra é um tanto irônico. Ao mesmo tempo que o livro vende milhões e toca cada leitor, em alguns cantos do mundo há guerras civis e genocídios. A história centra-se em um evento ocorrido há mais de cinquenta anos mas ainda hoje a coisa está podre. Então, mesmo que eu a acredite que a leitura pode mudar o mundo (é sério, eu acredito), eu estou cética se esse livro afetou tanto seus leitores a ponte de os mesmos protestarem contra todas as mortes diárias e a fome por todo o mundo.

É preciso defender o que é certo sem esperar gratidão nem recompensa.

Ruta Sepetys desenhou personagens corajosos, encantadores e fortes nessa obra, e soube demonstrar bem que a vida não é preto no branco, ninguém é totalmente mau nem mesmo bom. Mesclando tristeza e esperança, lágrimas e risadas, sem dúvidas A Vida em Tons de Cinza foi o título adequado para esse livro. Ainda mais adequado foi a autora demonstrar que seu objetivo não é dar uma lição de moral, mas sim consolar ao demonstrar que o amor consola e é objeto de esperança para pessoas que não possuem nada mais além disso. E, acima de tudo, o livro é um lembrete sobre um povo corajoso e esquecido.

O amor nos revela a natureza realmente milagrosa do espírito humano.

Eu considero esse e outros tantos livros que tratam sobre guerra, preconceito, e miséria, leituras obrigatórias, principalmente nos dias atuais. Nunca é tarde para sair de nossa zona de conforto e vivenciar, através de uma história muito bem escrita, que o mundo não é tão cor de rosa como imaginamos e que nossos maiores medos são realidade para muitos jovens em alguns cantos do mundo.

Minha maior esperança é que estas páginas despertem sua mais profunda compaixão. Espero que levem você a fazer alguma coisa, a contar a alguém. Somente então poderemos ter certeza de que esse tipo de mal jamais voltará a se repetir.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
5594 pessoas visitaram
Publicado em 03/11/2012
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Théo disse:

    Já no carrinho de compras xD

  2. Manu Hitz disse:

    Gosto de livros que retratem esse período trágico e vergonhoso da história do mundo. Apesar de muito tristes, em geral, servem para que não percamos de vista o quanto podemos construir com a solidariedade e a compaixão.
    Fiquei com vontade de ler, mas confesso ter um certo ‘medo’ pelo sofrimento que esses fatos violentos trazem junto.

  3. Juliana disse:

    Adoro esses livros que abordam um pouco de história. Você começa a tirar a história do livro didático e vê-la em situações “reais”.

  4. Paula Camargo disse:

    Gente,eu li esse livro e realmente recomendo para TODOS,como vce disse,tinha que ser uma leitura obrigatório.O livro nos ensina a cada acontecimento,muito bom!
    http://llivroseletras.blogspot.com.br

  5. PATRICIA MARTINS DE CASTRO disse:

    Eu concordo com você que esse tipo de livro é leitura obrigatoria, mas li tantos livros sobre guerra e misérias, que por um tempo não quero mais. Acredito que esse seja um ótimo livro e muito bem escrito, quem sabe eu consiga ler futuramente.

  6. paulo disse:

    Maravilhoso!!

  7. Gosto muito desse tipo de leitura e também acho que é leitura obrigatória em qualquer idade pois devemos conhecer desde cedo esse período trágico da história e evitar que coisas assim se repitam.

  8. Luiza disse:

    Quero muito esse livro. Adorei a resenha. ; )

  9. Dryelly K. disse:

    Interessante. Gostei do seu ponto de vista.
    Eu apostaria no livro pelo fato de abordar sobre a história também.
    Gosto de livros assim. Enfim, parabéns pela resenha. 🙂

    Beijo!

  10. Tamires disse:

    Nossa esse livro deve ser muito bom vai ser uma das minhas próximas compras.Parabens pela resenha ^^

  11. Aysla disse:

    Adorei a resenha! Pelo nome tinha pensado que se tratava de alguma paródia… Mas vejo que julguei errado.

  12. Thaís Costa disse:

    Adorei essa resenha, me interessei pelo livro… já vai pra minha lista no skoob!

  13. Nardonio disse:

    Gostei muito da resenha, mas confesso que histórias mais fortes e densas não são minhas preferidas. Prefiro ler fantasias, aventura, terror, mistério, investigação, etc. Mas não descarto lê-lo algum dia.

    @_Dom_Dom

  14. Glaucia Matos disse:

    Gostei da sua resenha, mas talvez não seja um dos meus gêneros favoritos.

    http://www.leitorait.com

  15. thadia disse:

    O cinza é uma cor da moda hein kkkkk

  16. Parece ser um bom livro, mas não me interessou :/
    Sua resenha está maravilhosa!

    Beijos
    Bia – Blog Escrevendo Mundos
    @escrevendomundo

  17. Yassui Fortes disse:

    Nossa incrível… tenho certeza que quando ler este livro vou emocionar… Ler o realismo é muito bom para o nosso aprendizado da vida!

  18. mari disse:

    parece ser um livro emocionante

  19. mari disse:

    parece ser um livro emocionante, vou adicionar a minha lista

  20. Luana disse:

    Gosto de livros que retratem esse período trágico e vergonhoso da história do mundo. Apesar de muito tristes.

  21. Jessica disse:

    Interessante ver opiniões diferentes sobre o livro, mas criei uma certa curiosidade, amei a resenha.

  22. Danilo Borges disse:

    Ah, uma amiga minha já leu este livroooo! 😀 Particularmente, não gosto deste tipo de leitura, pois é de muitos anos atrás e não gosto de histórias de “época” HAHA’ mas pelos comentários que vi na net e minha própria amiga me disse que é muito bom, então acho que valha a pena sim ler este livro! 😀

  23. Rodolfo Euflauzino disse:

    Existem obras que dou um tempo na leitura. O sofrimento fica impregnado em mim, por isso tenho que estar com a cabeça boa. Este é um destes livros. Já o tive nas mãos, mas deixei para um outro momento. Novamente o peguei, mas sem coragem o coloquei na estante. Quem sabe um dia eu ainda o leia.

  24. Fernanda disse:

    Parece ser muito bom.

  25. Já estava namorando esse livro a alguns dias, desde que vi vários comentários positivos seguidos sobre ele e fiquei MUITO feliz quando vi que ele estava custando menos de 9 reais na promoção do Submarino. Adoro esse tipo de drama, guerras e URSS e estou ansiosa para le-lo.

  26. Amanda disse:

    Depois de ler a resenha, fiquei com vontade de ter ele pra mim <3

  27. Samira Chasez disse:

    Oi..

    Tu sabe que quase comprei esse livro esse mês, mas achei que era ruim e desistir da compra. Mas, depois de ler a tua resenha me arrependi porque vi que estava completamente errada e ele é muito bom, e assim que entrar em promoção de novo eu compro.

  28. Mayara Milesi disse:

    Adorei sua resenha, mas nao me interessei pelo livro, nao por ele ser ruim, pois me parece nao ser, mas pela historia… é muito sofrimento, nao sei se conseguiria ler

  29. Gleyciana Cidade disse:

    Concordo plenamente com você, quando considera “… livros que tratam sobre guerra, preconceito, e miséria, leituras obrigatórias, principalmente nos dias atuais.” Excelente. Já conhecia o livro e essa foi uma das melhores se não a melhor resenha dele que já li.

  30. Nayane Borges disse:

    É muito bom ler esse tipo de livro atualmente, nós precisamos dessas informações e por isso concordo com você…
    Não vou dizer que curto esse tipo de livro que fala da realidade, prefiro os de ficção, mas sempre acabo lendo, história até que não é tão chato assim…

  31. Lara Bertrand disse:

    Ao que tudo indica, esse é um livro bastante emocionante, me despertou a vontade de ler.

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!