Autor: Syrie James e Ryan M. James
Editora: HarperTeen
Páginas: 410
Classificação: 2/5 estrelas

Escolhi Forbidden para resenhar porque acreditava ser um livro totalmente inovador, era um volume único, a sinopse era uma tentação, sua capa é linda e ele também está bem cotado no GoodReads. Bem, já adianto que foi uma decepção. A história possui um enredo clichê e não é um volume único.

“O que você tem a perder? ”
“Minha dignidade?”
“Dignidade é superestimada.”

A história: Para Claire, ela sempre foi uma garota normal, excetuando a mania de sua mãe querer mudar de cidade constantemente, sua vida não possuía nada de anormal. Até que um novo aluno chega na Academia Emerson, Alec MacKenzie, um cara quente de sotaque escocês. Mas Alec possui segredos, ele não é humano. O que ambos também não sabem é que Claire também não é.

“Agora eu posso ser normal como todo mundo.”
“É isso que você quer, carinho?” disse sua mãe com um olhar amável. “Ser como todo mundo?”

Essa é mais uma história de anjos caídos, algo que nunca me apeteceu. Em Forbidden, sempre houve anjos na Terra e houve certo momento na história que eles começaram a ver as filhas do homens como formosas e tomaram para si mulheres, procriaram e trouxeram uma nova raça, os Nefilins, híbridos, e muitos deles abusaram do poder e foram caçados e mortos. Os que escaparam foram vigiados pelos Elders, Guardians e Watchers, e a procriação entre humanos e anjos foi proibida. Até que alguém quebrou essa regra novamente.

Eu entendo que o seu coração está partido agora, mas ele vai curar, se você deixar.

O enredo seguiu uma linha óbvia, não houve surpresas. Apesar de não ser complicado e a leitura ser bem rápida, isso tudo foi só um alivio porque sinceramente não sei bem se eu aguentaria ler um livro maior. Aliás, como eu já disse, esperava que esse fosse um livro volume único e não o primeiro de uma saga. E dessa vez, eu concordo que é uma história que deve ser dividida em etapas porque se o livro fosse maior confesso que eu poderia ter desistido dele. Ou talvez os autores deveriam ter formulado uma história menos insossa. Claro que o problema pode ser eu, que raramente caio de amores por livros envolvendo anjos e nefilins.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2000 pessoas visitaram
Publicado em 03/06/2012
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Gabriela disse:

    Que pena que não gostou gêmea! Amei sua resenha. E a capa do livro é muito linda *-*

  2. Andhromeda disse:

    Esses anjos assanhadinhos por ai… Pra mostrar que capa engana bastante, né?!

  3. Dalila Souza disse:

    Tá aí um estilho de livro que não curto muito: Anjos.

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!