Raphael Draccon anunciou hoje os primeiros autores nacionais do selo Fantasy – Casa da Palavra. Como mencionado no post do autor, a seleção de autores da editora leva em consideração a força dos projetos, a visão comercial e também a postura profissional de cada autor, em um histórico mantido no banco de dados online da editora, avaliado em reuniões com toda equipe editorial.

Affonso Solano

affonso

Affonso Solano trabalhou como ilustrador, storyboarder e animador para empresas como TV Globo, TV Record e agências de publicidades. É colunista do site Tech Tudo e criador do site Matando Robôs Gigantes, um dos podcasts mais famosos da web brasileira, hoje incorporado ao grupo Jovem Nerd.

Apesar de já ter escutado Affonso em participações nos podcasts Jovem Nerd, Rapaduracast e no próprio MRG, nunca havíamos trocado uma palavra até me deparar com textos muito bons de sua coluna no Tech Tudo, como esse envolvendo o cenário de Fallout.

Fã de narrativas como as de R.A. Salvatore e Robert Howard, até as antigas aventuras escritas por Steve Jackson e Ian Livingstone, Solano finaliza um romance de fantasia de estreia de conteúdo muito interessante, utilizando a voz encontrada em seus textos para dar sua própria visão ao gênero “Espada & Feitiçaria”.

Carolina Munhóz

carol

Jornalista por formação e membro do Potterish, um dos maios sites sobre Harry Potter do mundo, Carolina Munhóz foi destaque da revista Época ao lado das escritoras Cassandra Claire e Alexandra Ardonetto.

Sua relação com a Leya já ocorre há tempos, desde seus primeiros contatos com a holding em sua passagem pela Europa anos atrás. Após vencer o Prêmio Jovem 2011 para escritores, já havia entrado na mira da Leya Brasil, que me manifestou a vontade de trabalhar com a autora no futuro, caso houvesse oportunidade.

Ao causar a mesma impressão em Martha Ribas, editora-chefe da Casa da Palavra, começou a nascer sua transferência para a casa.

O romance “O Inverno das Fadas” impressionou pela premissa forte e a relação envolvendo a cultura pop e a morte de celebridades e, mesmo por já ter sido escrito ao longo de todo o ano passado, se tornou o primeiro romance de autores nacionais a ficar pronto.

O lançamento atualmente está marcado para julho desse ano e a capa pode ser escolhida pelos leitores através da página do Submarino nesse link aqui.

Dan Albuk

dan

Fanático por histórias fantásticas e assustadoras como as de Stephen King, Joe Denver, William Peter Blatty e J. R.R. Tolkien, quando criança Dan Albuk possuía redações de escolas censuradas pelas professoras pelo conteúdo um tanto sombrio.

É formado em Game Developer e trabalha com o mundo de games até hoje.

Fui conhecê-lo em um evento em Brasília, onde ele me causou uma impressão positiva pelo profissionalismo apresentado. Tempos depois fui conhecer seus textos e ideias e percebi em suas histórias referências de formação similares e a mesma vontade de fazer o leitor dessa atual geração se reconhecer ali.

Autor de um romance já publicado, atualmente desenvolve um projeto de uma história poderosa envolvendo pessoas de dons extraordinários ditando os rumos da humanidade, em um cenário complexo criado por ele na época de Game Developer e desenvolvido hoje por nós dois, onde pretendo co-escrever alguns trechos da obra.

Fábio M. Barreto

Fabiobarreto

A primeira vez que vi sobre Fábio Barreto foi lendo seus artigos na revista Sci-Fi News, onde o confundi a princípio com o cineasta brasileiro, como centenas de outras pessoas. Entretanto, Fábio Barreto é correspondente internacional em Los Angeles, nerd de carteirinha e especialista em ficção científica.

Entrevistou dezenas de grandes nomes da indústria, de Neil Gaiman a J.J. Abrams e foi responsável pela criação da Jedi Con e do SOS Hollywood.

Já havia escutado seus comentários inteligentes no Rapaduracast, mas, assim como com Solano, curiosamente nunca havíamos trocado uma palavra até eu dar-lhe a notícia da aprovação de seu primeiro romance e posteriormente encontrá-lo em Los Angeles nesse ano.

Atualmente finaliza o romance “Filhos do Fim do Mundo”, que também se tornou curta-metragem, e apresenta uma visão bem própria e original do apocalipse.

Leonel Caldela

leonel

Leonel Caldela já é um nome bem conhecido do público dedicado ao RPG.

Autor de cinco livros, dois deles bastante autorais, é um escritor que sempre contou com a minha confiança e a de Eduardo Spohr por nos evocar o melhor da literatura de Bernard Cornwell.

Também escreve, traduz e edita livros de RPG, além de escrever matérias e co-editar a revista Dragon Slayer.

Sua maior qualidade envolve dar uma visão mais adulta a temas de literatura fantástica tradicionalmente mais juvenis.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
1190 pessoas visitaram
Publicado em 30/05/2012
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!