Como muitos devem saber, Cassandra Clare assinou contrato para estar escrevendo uma terceira saga sobre o mundo dos nossos adorados Shadowhunters. A nova saga, entitulada The Dark Artifices, ocorre cinco anos após os eventos de Os Intrumentos Mortais e apresentará a Shadowhunter Emma Carstairs e seu parceiro Julian Blackthorn, por quem Emma nutre complicados sentimentos que devem ser colocados de lado para investigar uma trama demoníaca que inicia-se em Sunset Strip e percorre todo o caminho até o mar de Santa Monica. A previsão de lançamento é para 2015 mas o Hollywood Crush já entrevistou a autora sobre essa nova saga, confira:

Como os eventos em The Dark Artifices entrosam-se com o mundo de Os Instrumentos Mortais?
Eu percebi enquanto escrevia Os Instrumentos Mortais que estava presa entre os  anos de 2007 e 2008, porque não poderia ultrapassar a idade dos personagens principais, já que o livro é sobre adolescentes. Mas eu queria avançar para os dias atuais, então The Dark Artifices acontece em 2012. Cinco anós após os eventos de Os Instrumentos Mortais. Isso faria com que os personages de ‘OIM’–Clary, Jace, Simon–com 22, 23 anos (bem, os que sobrevivem, de qualquer forma!). Nós seremos capazes de mostrar como eles estão e ver quem ainda está junto ou separou-se, quem trabalha com o que, como eles são já adultos.

Qual foi a inspiração para o título da saga?
A inspiração para o título! Ok, isso é tão idiota. A família principal, os Blackthorns, de The Dark Artifices, tem um pai que é um classicista. Ele é obcecado por mitologia grega e romana e história. Assim The Dark Artifices vem de The Annals of Imperial Rome, de Tacitus. “It would have been less ignominious to die by the dark artifices of Tiberius, or the fury of Caligula.” Eu apenas gostei da frase. E todas as crianças da família têm nome romano–Helen, Julian, Marcus, Olivia e até mesmo Tiberius. (Pobre Tiberius). Quanto aos livros individuais, o título do primeiro livro será Lady Midnight.

Nova Iorque e Londres têm sido elementos quase integrais em suas sagas. Como mover a ação para LA afetará o andamento? Devemos esperar Shadowhunters surfistas?
Los Angeles é a minha cidade natal! Agora, não tenho nada contra surfistas. Eles são quentes, e praias e o oceano desempenham um grande papel em Dark Artifices. Mas há um lado sombrio maravilhoso em Los Angeles que as pessoas que não vivem por lá muitas vezes não vêem. Existem as maravilhosas cavernas de Leo Carillo, desertos, e lá estão os supostos fantasmas que assombram Hollywood Hills. Há todo o gênero noir brilhante e a tradição da forte escrita policial como Phillip Marlowe. Los Angeles é o lugar com uma superfície brilhante, glamourosa, mas por baixo dela está a máquina que tritura e esmaga os sonhos. É muito divertido trabalhar com o que está escrevendo!

Há uma descrição encantadora dos ventos de Santa Ana, ventos quentes que sopram do deserto, de Raymond Chandler: “Os ventos quentes e secos que descem da montanha passam e enrolam nosso cabelo e fazem nossos nervos pularem e nossa pele coçar. Em noites como toda festa regada a bebida acaba em briga. Esposas pequenas e mansas sentem a borda da faca e estudam os pescoços de seus maridos. Tudo pode acontecer.

O quanto você já escreveu do primeiro livro?
Bem, ainda faltam anos! Mas eu tenho o esboço do primeiro livro, e algumas cenas escritas. Aqui está uma: “O ciclo bate a praia e gira para fora. Emma faz uma parada com suas costas, seu corpo tremendo, com os cabelos e as roupas cheias de areia e suas ouvidos cheios do som da batida do oceano.”

Serei sincera, acho que há um limite sobre o quanto escrever sobre uma saga. Mas não vou dizer que não fiquei louca com a ideia de ver os Shadowhunters adultos. Já imaginou? Agora é só aguardar.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2511 pessoas visitaram
Publicado em 21/03/2012
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!