Romance

Autora: Bianca Briones
Editora:  Verus
Páginas:
 406
Classificação: 3/5 estrelas

As Batidas Perdidas do Coração é o primeiro livro de uma série onde cada livro girará em torno de um casal diferente. Nesse livro, somos apresentados a Viviane e Rafael, pessoas de mundo completamente diferentes mas que vão compartilhar suas dores um com o outro.

Sentir me faz viver, e tudo o que eu quero é morrer.

Viviane é uma garota rica que nos últimos meses precisou enfrentar o câncer diagnosticado em seu pai e apoiá-lo enquanto lutava contra a doença, porém ele perde e agora ela precisa lidar com sua perda e a família desestruturada. Já Rafael vem sofrendo perda atrás de perda e tudo isso acarretou em ódio, uma raiva tão grande que ele decidiu aliviar toda essa dor nas drogas e ele pode até não ser rico, mas entende Viviane, e no momento isso é tudo que precisa. Com a química que há entre eles crescendo para algo mais, eles vão ensinar um ao outro que quando o coração perde uma batida é o sinal que o para sempre finalmente chegou para eles. Mas, talvez, simplesmente não seja o momento certo.

E esse é o trama praticamente clichê que permeia esse livro de tantas páginas, mas que em principio se arrasta em sua narrativa, com tão pouca trama a ser trabalhada que a autora se repete, sem excluir o fato que Rafa e Vivi são amor para a vida toda em três encontros, apesar de faltar toda essa química, mesmo com ambos narrando a obra, o que teoricamente torna fácil para o leitor se apegar aos personagens e entendê-los melhor, mas não em As Batidas Perdidas do Coração.

Sinceramente, eu adoro quando ambos os protagonistas narram, acredito que se forma uma ligação, mas apesar de tudo se encaixar entre Rafa e Vivi, a ligação entre leitor e personagens não ocorreu comigo e foram duzentas páginas desse romance superficial até chegar ao cerne da história e, sério, pedi arrego e precisei pausar a leitura, algo que raramente quase nunca ocorre.

Não há dor que dure para sempre, mas, se durar, estarei aqui.

E talvez essa pausa tenha sim sido uma boa escolha, retornei a leitura e me senti melhor, é uma boa história e deixei de forçar para simplesmente deixar fluir. Claro que ainda fica o sentimento que não há nada em Rafael e Viviane, sequer uma caracteristica, que eu ja não tenha visto anteriormente em algum outro personagem, não que precise ter um chifre de unicórnio no meio da testa, mas Rafael e Viviane não possuem nada que os tornem singular para mim, memorável ao ponto de eu até pensar em reler o livro, já fico contente em conseguir finalizá-lo apesar da sensação de que suas quatrocentas páginas eram na verdade oitocentas.

Ainda assim, eu me apeguei há alguns personagens ao ponto de imaginar como serão as sequências e, entre trancos e barrancos, senti aquele arrepio que sempre aparece quando estou lendo algo especial, mesmo que ele não tenha durado muito. A ideia de um garoto que precisa lutar contra as drogas é boa, como ela chegou ao papel e evoluiu nem tanto. Mas, ainda fica o receio de indicar o livro, entretando destaco: eu sou minoria, o new adult de Bianca Briones é um sucesso, então não leve nada como verdade absoluta, dê uma chance, quem sabe você gosta, mas, se não gostar, faça diferente e deixe o livro de lado na primeira oportunidade, a vida é muito curta para perder com livros que você não se apaixone após a primeira metade.

Eu queria que amar fosse suficiente.


Autora: Tabitha Suzuma
Editora:  Valentina
Páginas:
 432

Ela é bonita e talentosa — com doces dezesseis anos e nunca foi beijada. Ele tem dezessete; lindo e com um futuro brilhante pela frente. E eles estão apaixonados. Mas o único problema é… eles são irmãos.

Você pode fechar os olhos para o que você não quer ver, mas você não pode fechar seu coração para o que você não quer sentir.

Lochan, de dezessete anos, e Maya, de dezesseis, sempre foram mais amigos que irmãos. Juntos eles cuidam de seus irmãos mais novos no lugar de sua mãe alcoólatra  Como pais dos mais pequenos, Lochan e Maya tiveram que crescer rápido, e o stress de suas vidas, e a forma como se entendem mutuamente, também os uniu mais do que seria normal entre irmãos. Tão perto que se apaixonaram. Um romance proibido que aumenta mais e mais até se tornar profundo e desesperado.

Sim, eles sabem que é errado e não devem continuar. Porém, é difícil parar algo tão bom. E como avisa a autora logo no início, uma história assim não poderia ter um final feliz.

(mais…)


Autora: Karen Kingsbury
Editora: Verus
Páginas:
336
Classificação:
5/5 estrelas

VIDRADA! É assim que esse livrou me deixou desde o momento em que comecei a lê-lo até terminá-lo. A Última Chance é aquele tipo de leitura fantástica que te suga para dentro da história e te deixa completamente viciado em cada momento, cada personagem. Pior, eu também me debulhei em lágrimas enquanto tudo isso acontecia.

Nunca é tarde para a verdade. Ela vive fora do tempo.

O livro é um romance cristão que gira em torno de vários personagens. Primeiramente há Ellie  e seu melhor amigo, Nolan, um garoto com quem conviveu durante anos e agora nutre uma paixão que é correspondida, entretanto eles serão separados por outro casal, os pais de Ellie, que agora passam por um problema no casamento que separa de vez a família, levando Ellie para outra cidade e uma nova vida que colocara em prova sua fé.

Porém, antes da separação acontecer, Nolan e Ellie  decidiram escrever cartas um ao outro e enterrá-las sob um carvalho. Em onze anos, não importa o que aconteça, eles devem retornar para cada um ler o que o outro escreveu. Eles não imaginam que estarão tanto tempo separados, Nolan quer se casar com Ellie e ele não vai deixar a distância acabar com seus sonhos, mas Ellie, agora em uma nova escola e sendo alvo da amargura de seu pai, pouco a pouco se transforma e não sabe bem se o que ela está se tornando é algo certo para o perfeito garoto de ouro que jurou sempre amar. Será amor suficiente após sofrer uma desilusão seguida de outra? Ellie acha que não e que nem mesmo a fé pode consertar suas más escolhas durante a vida.

Ellie queria se importar, queria se sentir tão ligada a Deus quanto Nolan e os pais dele. Mas, se Deus a amava, por que sua vida estava se despedaçando? Talvez ele amasse apenas algumas pessoas.

(mais…)


Autora: Raine Miller
Editora: Suma de Letras
Páginas:
 320
Classificação:
 4.5/5 estrelas

Já faz um tempo desde que me apaixonei pela série Blackstone e não foi por sua grande trama, ou quão elaborada a autora foi, pelo que me apaixonei, e sim pela escrita fácil e leve. Para falar a verdade, é tudo bem clichê e nem sequer vi a necessidade de um quarto livro para o que deveria ser uma trilogia, para quê se estender se tudo terminou e se encaixou bem? Pois é, mas apesar das dúvidas, por incrível que pareça ainda haviam pontas soltas a serem trabalhadas por Raine Miller e ela fez isso surpreendentemente bem.

Você me tornou real.

Em Raro e Precioso, Ethan e Brynne Blackstone deveriam estar mais tranquilos, afinal o perigo que envolvia a vida de Brynne foi eliminado e agora eles se preparam para o nascimento do primeiro filho. Porém, o passado vem a tona novamente para ambos, trazendo dúvidas e medos. Agora eles precisam de seu próprio espaço para que possam repensar na forma como decidiram seguir em frente e, dessa vez, se são fortes o suficiente para perdoar.

(mais…)


Autora: Jasinda Wilder
Editora: Novo Conceito
Páginas: 272
Classificação: 4/5 estrelas

Louco Por Você é o primeiro volume de uma saga new adult que gira em torno da morte de um garoto que impactou um grupo de amigos de várias formas diferentes. Nesse livro, o foco está em Nell, a melhor amiga de Kyle, por quem ele se apaixona, e quem ele deixa para trás quando morre em um trágico acidente.

Fique irritada. Sinta dor. Sofra. Chore.

E é com sua morte que ela finalmente conhece Colton, irmão mais velho de Kyle, um homem lindo, complexo e com seus próprios demônios. Apesar de quebrados com a morte do garoto que sempre amaram, eles sentem a ligação entre eles e anos depois ela cresce para algo mais quando se encontram novamente. Mas como seguir em frente com algo tão errado e em meio a culpa e a raiva?

Toda a minha vida parece
Que estive caindo,
Falhando,
Me debatendo.

(mais…)


Autora: Bella Andre
Editora: Novo Conceito
Páginas: 272
Classificação: 3/5 estrelas

O Jeito Que Me Olha inicia uma nova etapa da saga Os Sullivans. Dessa vez, Bella Andre vai escrever sobre o Clã de Seattle, a começar por Rafe e uma antiga amiga de infância.

Meu Deus, ele era lindo. Forte. Adorável. E um pouco ferido, como todo mundo.

Rafe, após construir uma sólida carreira como detetive particular, está cansado de todos os casos de traição que investigou e cético quanto a sua carreira e o amor verdadeiro, mas quando a casa onde sua família passou os verões é colocada a venda, sua irmã Mia acredita que lá é o lugar perfeito para ele tomar distância do trabalho e repensar em sua vida.

Brooke passou toda sua vida amando a casa do lago de seus avós e quando, em um trágico acidente, eles falecem, ela decide que é hora de mudar de vida e se mudar para o local onde sempre se sentiu em casa. Deixando seus pais e emprego para trás, ela se torna uma confeiteira e vende suas trufas por toda a cidade. Para ela, tudo está bem e correndo as mil maravilhas, parece não faltar nada, até que o passado chega a sua porta em forma de Rafe Sullivan.

(mais…)


EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!