Jovem Adulto

Autora: Abbi Glines 
Editora: Wild Child Publishing
Páginas: 166

Breathe é o primeiro volume de uma saga escrita por Abbi Glines sobre vários jovens que moram em Sea Breeze, Alabama. Os protagonistas desse volume são Sadie White  e Jax Stone. Sadie é uma alma velha em corpo de menina. Apesar de seus dezessetes anos, é ela quem sustenta a casa. E nesse verão Sadie deve tomar o lugar de sua mãe grávida como empregada de uma família rica. Mais especificamente na casa de Jax Stone, o ídolo de toda adolescente.

A vida sempre foi uma luta pra mim.

 Jax Stone não se incomoda que uma de suas fãs esteja trabalhando para ele. Com aqueles olhos azuis de bebê, ele está mais do que disposto em dar uma chance à ela. Porém, ele logo percebe que Sadie está longe de ser uma fã e é a garota que mais chegou perto de seu verdadeiro eu. Cada vez mais próximos, eles sabem que não há futuro para eles, mas ambos estão dispostos a fazer o tempo juntos inesquescível.

(mais…)


Autor: Ruta Sepetys
Editora: Arqueiro
Páginas: 240
Classificação: 4/5 estrelas

A Vida em Tons de Cinza passa-se em 1941, quando a URSS anexa os países bálticos (Lituânia, Letônia e Estônia), e o impacto que isso acarreta à uma garota e toda sua família. Lina estava prestes a realizar seu sonho de estudar arte porém sua liberdade é tirada e ela é jogada em campos de trabalhos forçados. Em cada campo que passa, ela encontra miséria, morte, estrupo, e humilhação. Sua única esperança vem dos nazistas mas a situação por todo o mundo também está precária, e a ajuda está longe de chegar.

Quando me achava à beira do abismo da desesperança, ele voltava para o outro lado por causa de alguma pequena bondade.

Ler essa obra é um tanto irônico. Ao mesmo tempo que o livro vende milhões e toca cada leitor, em alguns cantos do mundo há guerras civis e genocídios. A história centra-se em um evento ocorrido há mais de cinquenta anos mas ainda hoje a coisa está podre. Então, mesmo que eu a acredite que a leitura pode mudar o mundo (é sério, eu acredito), eu estou cética se esse livro afetou tanto seus leitores a ponte de os mesmos protestarem contra todas as mortes diárias e a fome por todo o mundo.

(mais…)


Autor: Frank Cottrell Boyce
Editora: Seguinte
Páginas: 336
Classificação: 3.5/5 estrelas

Em Cósmico, Liam tem doze anos e é muito alto pra sua idade, por isso vive se colocando em algumas pequenas confusões por ser confundido com um adulto.

Um dia surge uma oportunidade única de 4 crianças serem as primeiras a visitar um novo parque de diversão e andar em um brinquedo inédito, mas tem um pequeno detalhe: a criança tem que ir acompanhado do pai. Porém, o pai de Liam não autoriza, e logo ele usa sua altura e convence uma colega da escola a se passar por sua filha para que possam ir à esse novo parque.

Ser pai era algo de nível estrelar, era uma força como a gravidade, e eu fazia parte daquilo.

Acontece que o novo brinquedo é um foguete que dará uma volta à lua e somente crianças podem entrar. Depois de muito discutir, ele consegue embarcar como o “adulto responsável”. Tudo seria muito ótimo e legal se o foguete não tivesse se perdido. E se ele não fosse o adulto responsável à levá-los de volta para terra.

(mais…)


Autora: Stacey Jay
Editora: Novo Conceito
Páginas: 320
Classificação: 3.5/5 estrelas

Em Romeu Imortal, Romeu consegue uma nova chance de se redimir, dessa vez se passar para o lado dos Embaixadores e fazer Ariel Dragland apaixonar-se por ele. Caso não consiga, ele viverá eternamente como um espectro de sua alma, e o mundo se converterá em caos pois a chave para a salvação, teoricamente, está nas mãos de Ariel.

Tenho sido nada há tanto tempo.

Já Ariel não está disposta a dar uma nova oportunidade a Dylan (o corpo que Romeu habita). Após todas as apostas que ele já fez envolvendo-a, ela só quer distância. Porém, amor e ódio caminham juntos, e contra todas as expectativas o amor acontece… para os dois. E juntos eles provavelmente não salvem o mundo mas talvez tenham o necessário para salvar um ao outro do mal que habita dentro de ambos.

(mais…)


Autora: Tahereh Mafi
Editora: HarperCollins
Páginas: 150
Classificação: 5/5 estrelas

Destroy Me é o conto que acontece entre o primeiro e segundo volume da trilogia Shatter Me (Estilhaça-me, no Brasil), de Tahereh Mafi. Narrado por Warner, o livro conta a história do vilão mais amado da blogosfera.

Eu não sou de pedir nada a ninguém. E agora, tudo que quero é outra chance.

Após Juliette escapar do Restabelecimento seduzindo Warner e, em seguida, colocar uma bala em seu ombro, Warner está preso no Setor 45 prestes a encarar as consequências de suas escolhas. Enquanto a população está ávida por uma rebelião, os soldados do Setor estão vibrando com os erros de seu líder, e tudo isso só aumenta o ódio que Warner nutre por Adam e Kenji. Porém esse sentimento deverá ser deixado de lado quando uma pessoa ainda mais odiada aparece: o comandante supremo e pai de Warner. E quando o comandante decide que Juliette deve ser liquidada, Warner não está disposto a permitir.

(mais…)


Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Páginas: 286
Classificação: 5/5  estrelas

Eu tenho toda uma história com Meg Cabot até ela ter se tornado uma de minhas autoras preferidas. Há alguns anos, ela me deixou curiosa com O Diário da Princesa. Ela ainda estava longe de entrar no meu top 5 de autores favoritos mas estava perto. E depois de algum tempo, eu conheci A Mediadora e, como não poderia deixar de ser, dei muitas risadas com Suzannah e Jesse. Meg quase me convenceu com essa saga. Mas foi com 1-800-Where-R-You, aqui no Brasil traduzido como Desaparecidos, que eu fui flechada! Vejam bem, não digo que Desaparecidos é minha saga favorita, é difícil ter um primeiro lugar. A questão é que um autor é bom quando escreve uma saga que conquista milhares mas autor ótimo, fera, é autor que não é definido por uma e sim por várias sagas e livros. Sem dúvidas Meg Cabot está nesse patamar.

Resistir a mim? Acho que não.

 Desaparecidos nos apresenta Jessica Mastriani, mais conhecida como Jess ou Mastriani pelos ainda mais íntimos, uma garota que por azar do destino é atingida por um raio e a partir disso acaba desenvolvendo o estranho dom de encontrar pessoas. Em  Codinome Cassandra, segundo capítulo de uma série composta por cinco livros, Jess esconde do governo, mídia e para quem mais estiver interessado de que continua conseguindo encontrar pessoas. Depois dos eventos de Quando Cai o Raio, Jess vai evitar ao máximo chamar a atenção para que não acabe virando rato de laboratório. Bem, mais fácil falar do que fazer porque mesmo Jess e sua turma estando de férias e trabalhando em um acampamento esquecido por Deus é quase um dom também para nossa protagonista se meter em confusões.

Se eu fosse colocar os melhores trechos do livro aqui, a Galera Record me processaria porque eu ia digitar o livro todo. Não tem parte ruim, sério. Todos os personagens são ótimos, até o mais irritante me fez dar risada. É um livro que te deixa de um humor leve e gostoso, rindo a toa, e acabei lendo-o em um pulo. Aliás, se houve algum erro de revisão por parte da editora, não encontrei de tão rápida que foi a leitura. Jess uma protagonista que cativa fácil, engraçada e adora resolver tudo na base da porrada, é o tipo de garota que ensina uma criança a quebrar o nariz de outra. Infelizmente, apesar de ser uma das melhores sagas de Meg, ela é pouco lida, tanto no Brasil quanto no exterior. Então aí vai uma dica, e uma das boas! Compre, leia e aprecie Desaparecidos. Se você gosta de livros jovens adultos, você não vai se arrepender.

“Ele é seu namorado?”
“Ainda não. Mas será.”
“É mesmo? Quando?”
“Quando eu fizer dezoito anos. Ou quando ele não conseguir mais resistir à esmagadora atração que sente por mim e me agarrar. O que vier primeiro.”


EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!