Fantasia

Autora:  Jana Oliver
Editora:  Farol Literário
Páginas:
 368
Classificação:
 4/5 estrelas

Filha de peixe, peixinho é, e ser filha de um dos maiores apanhador de demônios já conhecidos faz de Riley Blackthorne uma presa em evidência… ou é algo mais que tornou-a o centro das atenções dos demônios de sua cidade?

A Filha do Apanhador de Demônios é o primeiro volume de uma saga de quatro livros envolvendo uma jovem garota de dezessete anos que quer tornar-se uma caçadora de demônios, entretanto ser uma mulher não ajuda em seu objetivo, e ser filha do legendário Paul Blackthorne talvez dificulte ainda mais sua causa, principalmente quando seu próprio pai espera que ela siga uma carreira mais tranquila, onde ser comida e cuspida por um demônio no primeiro sinal de erro não seja uma das características do emprego.

Estarei do seu lado, menina. Não importa o que aconteça.

E enquanto Riley luta por seu espaço, algo estranho anda se formando em Atlanta e a linha entre o certo e errado, preto e branco, se mesclam enquanto demônios se unem e então uma desgraça acontece. Em meio a romances, briguinhas com a garota popular da escola, e o declínio de uma longa amizade, Riley precisará balancear a vida de uma adolescente comum com seu sonho de lutar contra o mal. Ela só não esperava ser a maior arma de uma guerra secular, a dúvida é para qual lado ela vai servir.

(mais…)


atlas

Autor:  John Stephens
Editora:  Suma de Letras
Páginas:
 296
Classificação:
 4/5 estrelas

Se você adora as histórias de J. R. R. Tolkien e de J. K. Rowling, provavelmente se encantará com o livro de John Stephens. O Atlas Esmeralda é o primeiro livro da trilogia Os Livros do Princípio e segue o gênero magia-fantasia.

Em uma noite fria, os três irmãos, Kate, Michael e Emma, ainda crianças, são tirados de sua família e levados para um orfanato com o consentimento dos seus pais. Kate, a irmã mais velha é a única que ainda tem lembranças dos pais e tenta cuidar dos irmãos mais novos, Michael, o do meio, adora livros de magia, principalmente se for sobre anões e Emma a mais nova é um pouco encrenqueira, mas de um ótimo coração.

Dez anos após o acontecimento, os irmãos acabam sendo transferidos de orfanato a orfanato e param em Cambridge Falls, um local onde encontraram um misterioso Atlas, os jovens embarcam em uma viagem ao passado e descobrem uma aventura cheias de anões, gigantes, viagem no tempo, magos, bruxas, lobos ferozes e uma corrida para salvar um mal e reencontrar seus pais.

(mais…)


mara dyer

Autora: Michelle Hodkin
Editora: Galera Record
Páginas:
 378
Classificação:
 5/5 estrelas

Engraçado, sabe quando você acha que todos os escritores estão passando por uma crise de identidade (abrangendo todos os gêneros) e de repente no meio de tanta coisa igual você encontra algo diferente e esse diferente não é clichê, mas inteligente, envolvente e perturbador?

E quando você se depara com algo assim, você se sente atropelado por um trem desgovernado, que literalmente te faz questionar até que ponto nós conhecemos os mistérios que envolvem a mente e a natureza humana?

— Você é mau — declarei.
— E você é minha.

Foi exatamente isso o que senti lendo A desconstrução de Mara Dyer, primeiro volume da trilogia Mara Dyer, porque além de uma escrita fascinante, personagens muito bem construídos e história bem contada, este livro é baseado (PASMEM) em fatos REAIS.

(mais…)


Autor: George R. R. Martin
Editora: Fantasy
Páginas: 240
Classificação: 4,5/ 5 estrelas

Magnifico! Essa palavra define bem o HQ do primeiro volume de A Guerra dos Tronos, com seus belos traços e de uma qualidade que não dá para se colocar defeitos. Apesar de curto, ele é fiel a história.

Nesse primeiro volume, temos um mundo novo. Porém, não tão novo quanto se espera a cada vez que se compra o primeiro volume de uma saga ou até mesmo um livro solo. Não entenderam nada não é? Eu explico, acalmem-se.

O cenário medieval é algo batido na literatura mundial. Seja ela fantasiosa ou não, temos perfeitos exemplos de obras ambientadas em eras medievais (de Tolkien e seus Hobbits à Cornwell e suas Crônicas de Artur) que passeiam em nossas mentes com carinho. Mas George R. R. Martin foi além. Ele trouxe para esse mundo medieval uma escrita robusta, pesada, descritiva. Cansativo, às vezes, não vou negar, mas ainda assim perfeita. O autor tem nessa escrita uma instigação tão grande, um objetivo que torna o livro vivo: te transportar para Westeros e Essos; te fazer sentir o frio da Muralha, o calor humano dos bordeis de Porto Real e os intenso e árido desgaste do deserto no Mar Dothraki.

(mais…)


encantadas

Autora:  Sarah Pinborough
Editora: Única
Páginas:
 224
Classificação:
 4/5 estrelas

Nessa onda de adaptações de contos clássicos escritos pelos Grimm, chega ao mercado editorial brasileiro o primeiro volume de uma saga sombria que reconta, de uma forma sensual e, por quê não dizer, até bem crível a história de Branca de Neve. É um ótimo início de uma saga que chegou para mostrar que os contos de fadas não são feitos somente de felizes para sempre.

Talvez a infelicidade torne as pessoas más.

Em Veneno, começamos a conhecer a vida por trás da beleza etérea da rainha, e como ela foi criada e tratada para tornar-se o que tornou. Além de ter sido obrigada a se casar com um rei que está mais para suíno do que príncipe encantado, ela precisa conviver dia a dia com Branca, a princesa, quatro anos mais nova e tudo o que a Rainha não é.

Quando o rei sai em uma campanha de guerra,  e provavelmente só retornará em anos, se retornar, a Rainha decide colocar Branca nos eixos. Chega de usar calças, de cavalgar um cavalo como um homem, chega de passear pela floresta e bater papo com os anões. Entretanto, nesse mundo que mescla a fantasia com a realidade, um erro pode ser fatal e se livrar de Branca talvez somente seja possível se o resultado final for a morte.

(mais…)


Morte

Autora:  Cornelia Funke
Editora: Cia das Letras (Seguinte)
Páginas:
 576
Classificação:
 5/5 estrelas

Se você não leu Coração de Tinta e Sangue de Tinta, não siga em frente nessa resenha, pois haverá spoilers dos livros anteriores.

Coração de Tinta nunca esteve tão perto de ser absorvido pela maldade como em Morte de Tinta. Após os eventos do livro anterior, com Dedo Empoeirado tendo seu trágico fim, Fenóglio perdeu quase que completamente as rédeas de seu livro, com Orfeu alterando cada vez mais o cenário e disposto a tudo para moldar o mundo fantástico a seu bel prazer.

Com as adversidades aumentando, Mo encarna Gaio, personagem das canções de Fenóglio para o povo colorido, e se une a luta contra os vilões. Entretanto, mais e mais Mortimer torna-se Gaio e vai perdendo sua antiga personalidade. Nem mesmo Meggie é capaz de impedir que isso aconteça. Com Resa grávida e seu pai tomando um caminho sem volta, Meggie  ainda precisa enfrentar os problemas envolvendo o primeiro amor e novas decepções. Com várias histórias em paralelo acontecendo ao mesmo tempo, pouco a pouco o leitor confere o desfecho inesquecível escrito por uma verdadeira barda.

(mais…)


EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!